Problemas com o airbag, ar-condicionado, pneus, motor ou cinto de segurança podem representar um recall pendente do veículo. Isto é, em alguns casos, as falhas não estão relacionadas ao uso do automóvel, e sim a defeitos já vindos de fábrica. Quando isso acontece, a montadora é obrigada a convocar os proprietários do veículo para realizar gratuitamente o conserto do defeito.

O recall é um procedimento previsto no Código de Defesa do Consumidor e é realizado não só pelas fabricantes de veículos. Qualquer fornecedor, que coloca no mercado um produto com defeitos de fábrica, deve convocar os consumidores para oferecer o reparo.

No mercado automobilístico, o recall é fundamental. Uma falha não corrigida pela montadora simboliza perigo de vida ao motorista e passageiros do veículo.

mecânico trocando pneu do carro em campanha de recall

E para descobrir se o veículo tem ou não algum recall pendente, o motorista pode consultar o portal de serviços do Denatran pelo modelo do seu veículo. No entanto, desde de outubro de 2019, ao renovar o documento do veículo (CRLV), as informações sobre o chamamento ainda em aberto e não atendido pelo proprietário constarão no novo certificado.

O app Zul+ também se tornou uma plataforma para divulgação de recalls de veículos. As montadoras podem divulgar seus chamamentos e disponibilizar todas as informações dentro do app. Na prática, o usuário só é informado sobre a campanha quando o seu modelo for convocado para reparo por um defeito de fábrica.

Para entender melhor como a funcionalidade de recall do Zul+ funciona, acesse nosso blogpost completo sobre o assunto.

Como saber se o veículo tem recall?

Recall pendente é informado no documento do veículo

Quando o chamamento da montadora não é atendido pelo proprietário dentro do prazo de um ano, após o início da campanha, é obrigatório que o recall pendente seja mencionado no documento de licenciamento do veículo. A medida tem como objetivo informar o motorista que tem, na garagem, um veículo com defeito de fábrica e ainda não atendeu ao pedido de recall.

Para ser informado no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), é necessário que se passe um ano após a convocação da fabricante e o proprietário ainda não tenha levado o veículo para a correção do problema. Somente assim, constará, no novo documento emitido do carro, as informações sobre o recall pendente.

Ao divulgar o chamamento no documento do carro, as campanhas de recall no Brasil contribuem para a comunicação com o atual proprietário do veículo. Como não há data limite para a montadora realizar o conserto do automóvel, o motorista pode levar o veículo à concessionária mais próxima quando quiser.

Para que a indicação sobre a campanha de recall desapareça do documento, é preciso que o proprietário realize o conserto do defeito de fábrica. Ao final da manutenção, a montadora irá notificar o Sistema Renavam que terá até 15 dias para retirar o veículo da lista. Ao emitir o novo CRLV do carro, o motorista terá um documento sem mais o chamamento em pendência.

Conheça a lista de carros com mais recall em nosso blogpost completo sobre o assunto.

carro sendo guinchado na estrada

Carta de recal

Antes, os recalls eram divulgados apenas na rádio, TV ou jornais. Não se tinha certeza de que as pessoas impactadas viriam as propagandas e atenderiam os chamamentos das fabricantes.

As montadoras também tinham o endereço e telefone do motorista que havia comprado o veículo e poderiam informá-lo sobre o recall pendente. Era comum o envio de uma carta.

Porém, esse carro era vendido para outra pessoa depois de algum tempo. Para rastrear o dono atual do veículo demandaria muito esforço. Por isso, o contato entre a fabricante e o primeiro proprietário seria irrelevante neste cenário.

Atualmente, o recall pendente pode ser descoberto através da notificação no documento do veículo, no portal de serviços do Denatran ou pelo site da montadora.

Ao realizar o conserto por recall, as montadoras entregam um comprovante de reparo do defeito de fábrica. Guardar este tipo de documento pode ajudar a valorizar o seu carro. Confira essa e outras dicas essenciais em nosso blogpost completo sobre valorização do veículo na hora da venda.

Como saber se o veículos possui recall com o aplicativo Zul+?

O aplicativo Zul+ também se tornou um canal para que as montadoras anunciem seus chamamentos para os usuários da plataforma. O objetivo do app é possibilitar uma comunicação mais eficaz entre os fabricantes e os motoristas, visto que o número de proprietários que atendem aos pedidos é baixo.

As montadoras poderão divulgar seus chamamentos dentro do app direto para o motorista que precisa ser impactado. Ou seja, o usuário será informado pela montadora quando o seu determinado modelo de carro for convocado para reparo por um defeito de fábrica.

Baixe já o Zul+, nas versões iOS ou Android, e receba alertas quando o seu carro estiver em recall.