Zul Digital

Zul Digital


Aplicativo credenciado pela prefeitura para compra e uso das vagas de Estacionamento rotativo e Zona Azul. Praticidade e segurança na hora de comprar o Cartão Azul Digital.

Campartilhe


Detran, Denatran, Contran: o que faz cada órgão do Sistema Nacional de Trânsito?

Zul DigitalZul Digital

Ao motorista que deseja conhecer seus direitos, compreender a estrutura do Sistema Nacional de Trânsito e a função de seus diferentes órgãos é imprescindível

O Sistema Nacional de Trânsito (SNT) é formado pelo conjunto de órgãos e entidades da União, dos estados e dos municípios, que planejam e cuidam do trânsito no Brasil. Cada um deles tem sua função e podem ser responsáveis por administrar, normatizar, executar ou fiscalizar o trânsito orientados pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Os órgãos podem ser normativos ou executivos e estão classificados de acordo com a esfera federal, estadual ou municipal. Os órgãos de trânsito normativos são responsáveis por estabelecer normas e criar regras para o trânsito. Já os executivos fazem com que as regras e leis sejam cumpridas.

Entenda a função de cada órgão de trânsito brasileiro e saiba em que situações o motorista pode recorrer a eles:

ÓRGÃOS NORMATIVOS

CONTRAN

O que significa: Conselho Nacional de Trânsito

O que faz: O órgão máximo normativo da política nacional de trânsito coordenando o Sistema Nacional de Trânsito. O CONTRAN é responsável pela regulamentação do CTB e pela elaboração de resoluções. Criado em 1997, sua sede fica no Distrito Federal e tem como objetivo zelar pela uniformidade e pelo cumprimento das regras estabelecidas no código.

O CONTRAN é responsável por definir as chamadas Câmaras Temáticas. Elas são grupos de especialistas que se reúnem para debater sobre o trânsito e assuntos relacionados. Nesses encontros, os especialistas irão sugerir mudanças e novas resoluções para o CONTRAN atualizar o CTB de acordo com o cenário do trânsito brasileiro.

É o Contran que estabelece as diretrizes para o funcionamento dos CETRANs, CONTRANDIFE e JARIs.

Quando o motorista pode recorrer ao CONTRAN: Caso o motorista seja autuado por um órgão federal, o recurso de defesa em 2° instância da multa deve ser enviado ao CONTRAN.

CETRAN

O que significa: Conselho Estadual de Trânsito

O que faz: É como o CONTRAN, só que no âmbito estadual. Cada estado brasileiros tem seu CETRAN e a sede do conselho fica na capital de cada estado. É um órgão normativo, consultivo e coordenador responsável por cumprir, fazer cumprir e elaborar a normatização do trânsito em seu estado.

Composto por representantes municipais e da sociedade civil, o CETRAN tem como sua maior demanda julgar recursos em 2° instância.

Quando o motorista pode recorrer ao CETRAN: Assim como o CONTRAN, o CETRAN é responsável por julgar os recursos de defesa de infração em 2° instância. No entanto, nesse caso, a multa precisa ser expedida por um órgão estadual ou municipal, diferentemente da esfera federal do CONTRAN. Esse é o último processo de julgamento na esfera administrativa e contraria decisões prévias da JARI.

Saiba como funciona o processo de defesa de autuação em nosso blogpost completo sobre multas de trânsito.

CONTRANDIFE

O que significa: Conselho de Trânsito do Distrito Federal

O que faz: Embora o Distrito Federal não seja um estado e nem tenha municípios, ele é uma das 27 unidades federativas do Brasil e possui um conselho de trânsito único. O CONTRANDIFE é o CETRAN do Distrito Federal e tenha como obrigação normatizar e regular as regras de trânsito de todas as 31 regiões administrativas pertencentes ao DF.

Quando o motorista pode recorrer ao CONTRANDIFE: O órgão de trânsito é responsável por julgar os recursos de defesa de infração em 2° instância dos motoristas do Distrito Federal.

guarda de transito cet sao paulo
Guarda de trânsito da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) orienta e fiscaliza motoristas no trânsito de São Paulo

ÓRGÃOS EXECUTIVOS

DENATRAN

O que significa: Departamento Nacional de Trânsito

O que faz: É o órgão máximo do executivo do SNT. Tem autonomia administrativa e técnica comandando todo o território brasileiro. Sua função principal é fiscalizar e fazer cumprir a legislação de trânsito. Com sede também em Brasília, o DENATRAN executa as normas e resoluções estabelecidas pelo CONTRAN através do CTB.

Ele supervisiona os departamentos estaduais e apresenta as diretrizes para a campanha nacional de trânsito. Entre suas atribuições, estão o registro da CNH e do veículo, o RENAVAM.

Quando o motorista se depara com o DENATRAN: Para tirar a CNH ou registrar o veículo, o motorista não precisa ir a um DENATRAN e sim ao departamento de trânsito do seu estado. Entretanto, é o DENATRAN que faz o registro, tanto que nos documentos como da carteira de habilitação, o papel é timbrado pelo órgão executivo federal.

No site do DENATRAN, o motorista consegue tirar sua CNH Digital. Além disso, a entidade tem seu próprio app, o Fiscalização DENATRAN. Ele informa as infrações do condutor e do veículo, além de disponibilizar o histórico do automóvel através da placa.

DNIT

O que significa: Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito

O que faz: É o órgão responsável pela construção, manutenção e fiscalização do Sistema Federal de Viação. Isto é, qualquer construção de nível federal nos modais rodoviários, ferroviários ou hidroviário é de responsabilidade do DNIT.

Quando o motorista se depara com o DNIT: Nas rodovias federais, o DNIT é responsável pela aplicação de multas por excesso de peso ou velocidade através dos postos de pesagem e das lombadas eletrônicas.

PRF

O que significa: Polícia Rodoviária Federal

O que faz: É responsável pela fiscalização, pelo patrulhamento e policiamento nas rodovias federais. A PRF aplica multas e faz atendimentos em caso de acidentes de trânsito. Ela também faz de escolta de cargas caso o serviço seja solicitado.

Quando o motorista se depara com a PRF: Além de realizar escolta e patrulhamentos, a Polícia Rodoviária Federal tem o poder de autuar o motorista nas rodovias federais caso ele cometa alguma infração de trânsito contida no CTB.

DETRAN

O que significa: Departamento Estadual de Trânsito

O que faz: Tem a responsabilidade de exigir e impor que as leis de trânsito sejam cumpridas no âmbito de sua jurisdição. É o órgão que planeja e controla tudo aquilo que é referente à documentação dos condutores e seus veículos.

Ele é responsável pela formação de condutores e pela emissão da CNH e do LADV (Licença para Aprendizagem de Direção Veicular). Cada estado tem o seu próprio DETRAN.

O órgão é responsável pela avaliação da capacidade física e psicológica dos candidatos à obtenção da CNH. É o DETRAN que faz o credenciamento de despachantes de trânsito.

Quando o motorista vai ao DETRAN: É no DETRAN onde o motorista resolve grande parte das questões referentes ao veículo ou ao próprio condutor. Além da emissão da primeira carteira de habilitação, é no DETRAN também que acontece: a renovação ou emissão da 2° via da CNH, consulta de pontos, transferência de veículo, licenciamento anual, vistoria veicular, defesa de multas, consulta de processo de suspensão da CNH etc.

Embora algumas pessoas acreditem ser função do DETRAN, por conta de não saberem o que o órgão faz, não é responsabilidade dele fiscalizar o trânsito nem multar por radar, abandono de veículo em via pública ou por estacionamento irregular. Quem faz isso é o Departamento Municipal de Trânsito.

A alta pontuação na CNH pode complicar a vida do motorista e sua carteira de habilitação pode ser suspensa. Conheça 6 infrações de trânsito fáceis de evitar.

CIRETRAN

O que significa: Circunscrição Regional de Trânsito

O que faz: É o DETRAN dos municípios mais distantes. Exerce a mesma função dos departamentos estaduais só que em cidades do interior.

Quando o motorista vai ao CIRETRAN: O motorista vai ao CIRETRAN da região para resolver os mesmo problemas que o DETRAN resolveria, principalmente assuntos relacionados à documentação do condutor ou do veículo.

DER

O que significa: Departamento Estadual de Rodagem

O que faz: É o órgão que administra e cuida do sistema rodoviário estadual. Cuida da integração entre as estradas estaduais com os municípios.

Quando o motorista se depara com o DER: Em rodovias estaduais, o DER pode autuar um motorista caso ele cometa alguma infração de trânsito.

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO

O que significa: Geralmente, leva outro nome. A CET de São Paulo e do Rio de Janeiro (Companhia de Engenharia de Tráfego), a AMC de Fortaleza (Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania) e a TRANSALVADOR (Superintendência de Trânsito de Salvador) são exemplos de departamentos municipais de trânsito.

O que faz: Órgão atrelado à prefeitura municipal e subordinado ao DETRAN, é responsável pela administração, fiscalização e sinalização do trânsito da cidade. Além disso, é de responsabilidade da prefeitura a aplicação de multas em função do desrespeito às regras de trânsito de competência municipal, como, por exemplo, a fiscalização do rodízio, a travessia de pedestres e a velocidade máxima de cada via.

Quando o motorista se depara com o Departamento Municipal de Trânsito: Dependendo da localidade, os agentes de trânsito municipais ganharam o apelido de “marronzinhos” ou “amarelinhos”. São eles que controlam e organizam o trânsito em cada cidade e podem aplicar multas caso o motorista cometa alguma infração.

JARI

O que significa: Junta Administrativa de Recursos de Infração

O que faz: É o órgão que julga, analisa e decide, em primeira instância a aceitação ou não dos recursos de defesa de infração. Após o motorista receber a notificação de penalidade, ele pode se defender enviando um recurso à JARI.

Ela analisará o mérito da infração, e, caso o recurso seja aceito, a infração é revogada e o motorista autuado não sofrerá nenhum tipo de penalidade. Caso o recurso seja negado, o motorista será notificado e ele ainda terá mais uma chance de se defender enviando um recurso para julgamento em 2° instância pelo CETRAN.

Quando o motorista pode recorrer à JARI: Todos os órgãos de trânsito que emitem multas têm JARI (DNIT, PRF, DETRANs, CIRETRANs, DERs, Departamentos Municipais de Trânsito). Então, é provável que ao se defender em primeira instância de qualquer infração de trânsito, ele recorra a uma JARI.

Quer ficar por dentro das melhores dicas para seu carro? Siga o Zul Digital no Facebook e no Instagram e acompanhe nosso blog.

Comentários