Se você tem um carro, é fundamental entender qual a diferença entre o CRLV e o CRV. Por conta das siglas serem muito parecidas, os documentos acabam causando certa confusão entre os motoristas. Apesar disso, cada um deles possui sua própria função.

Neste blogpost, o time do Zul+ vai te explicar exatamente qual a diferença entre o CRLV e o CRV e para o que cada um deles serve.

banner app zul+ seu carro mais completo

Qual a diferença entre o CRLV e o CRV?

A principal diferença entre eles é que o CRLV é de porte obrigatório e deve ser renovado anualmente, já o CRV é o documento de transferência e só deve ser utilizado quando o veículo for vendido ou sofrer alguma alteração física, como a mudança de cor ou até mesmo motor, por exemplo.

Documento

CRLV

CRV

O que é?

Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo Certificado de Registro do Veículo
Porte obrigatório? Sim

Não

Deve ser renovado?

Sim, todos os anos Não
Quando usar? Toda vez que sair com o carro

Apenas em casos de transferência ou alteração de alguma característica do veículo

Outro ponto de confusão entre muitos motoristas está relacionado à cobrança de tributos do carro. Acesse nosso artigo completo e entenda de uma vez por todas a diferença entre IPVA e licenciamento.

O que é o CRLV?

O CRLV (Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo) é o popularmente conhecido “documento do carro”. Ele deve ser expedido anualmente seguindo o calendário de licenciamento do Detran do seu estado e sua emissão é totalmente eletrônica. O CRLV Digital comprova que as contas do carro estão em dia, autorizando sua a circulação do veículo em vias públicas de todo o país.

Segundo o art. 232 do CTB (Código de Trânsito Brasileira), o porte do CRLV é obrigatório, seja na forma impressa ou digital. Circular sem a posse do CRLV é uma infração leve, com multa de R$88,38 e retenção do veículo até a apresentação do documento.

Por outro lado, andar com o licenciamento atrasado é uma infração gravíssima, rendendo ao proprietário uma multa de R$293,47, além de 7 pontos na habilitação e a retenção do carro até a regularização.

Como funciona o CRLV Digital?

Desde 2020, o CRLV passou a ser digital e não é mais enviado em papel-moeda pelos Detrans. Desta forma, você pode fazer a impressão dele em casa, em papel sulfite A4, ou baixar o docuento através do aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito).

Veja como emitir e imprimir o CRLV Digital 2021 aqui.

O que é CRV?

Já o CRV (Certificado de Registro do Veículo) é o documento conhecido anteriormente como DUT (Documento Único de Transferência). Ele é emitido no momento em que o carro é emplacado e contém as informações de fábrica do veículo, como modelo, cor e outras características.

O CRV é necessário apenas quando há transferência de veículo, da residência do proprietário ou da alteração de categoria ou de qualquer característica física e mecânica. Ou seja, não é preciso andar com ele no dia-a-dia. Nesses casos, é preciso preenchê-lo e autenticá-lo em cartório.

Além disso, o CRV possui um código de segurança. Este número é fundamental para o download do CRLV digital no aplicativo Carteira Digital de Trânsito.

Veja todos os documentos necessários para vender o carro em nossa matéria completa sobre o tema.

Como funciona o CRV Digital?

O CRV foi o último documento a ganhar uma versão eletrônica no país. Agora denominado de ATPV-e (Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo), diferentemente da versão impressa, o CRV passará a ser emitido apenas quando o automóvel for vendido. A intenção é dar mais segurança e conforto para os motoristas.

O ATPV-e, porém, só é exigido para os carros registrados a partir de 2021. Veículos com registros anteriores a este ano ainda devem fazer o uso do CRV físico.